Turismo numa viagem para Kyoto

Kyoto é uma antiga capital que é do Japão e uma cidade da ilha de Hoshu, que
também é muito famosa por seus vários templos que são clássicos e budistas, com os
seus jardins, palácios imperiais, santuários que são xintoístas e suas casas de
madeiras que são tradicionais. É uma tradicional cidade japonesa. Sua fundação se
deu no século VIII com o nome Heiankyo.

Ela também é conhecida como “o coração do Japão”, que fica localizado ao sul do
país e numa cidade que está em torno de 550 km de Tokyo e com 1,5 milhões de
habitantes, encantando também aos seus mais de 50 milhões de turistas que a
visitam todos os anos, já que essa região também foi a capital do Japão e por mais de
1 milênio.

PUBLICIDADE

Um destino para entender os costumes do Japão
Kyoto é muito mais moderna do que se parece. É um destino imperdível e que é
perfeita também, para se entender todos os costumes que são japoneses. Sua cultura
também é bem antiga, para se ver de perto um lugar que é ímpar, com a reunião de
muitas obras que são arquitetônicas, que são verdadeiros tesouros nacionais, com as
suas lindas floradas de cerejeiras e de folhagens coloridas.

A região é líder em um desejo dos turistas, que podem encontrar toda uma essência
do Japão. É também uma cidade com uma excelente estrutura que é destinada para
os seus turistas, com construções que são admiráveis, cheia de espaços que são
verdes e com belos passeios para o ar livre. O antigo e o novo se contrastam nessa
cidade e que pode ser visto por todos os seus turistas.

O que o turista deve saber ao viajar para Kyoto
Em qualquer época do ano essa região pode ser visitada, as suas médias anuais são
de 14ºC e com temperaturas que podem passar dos 30ºC. O aeroporto de grande
porte e o que fica mais próximo é o de Osaka que é o chamado de Kasai International
Airport, que fica a 100 km de distância dessa cidade. A sua moeda oficial é o iene
(JYP) e outras moedas não serão aceitas.

Os cartões de crédito são aceitos nesse país, só que em menor escala que no Brasil.
Ao pagar com dinheiro, nessa região você deve colocar em uma bandejinha e com o
atendente retirando essa bandeja, entregando com o seu troco e com os mesmos
atendentes entregando os recibos e notas fiscais com as duas mãos, como uma
forma de respeito.

O trem é um meio de transporte que é o mais eficiente e muito prático para se chegar
até Kyoto, com desembarque pela estação de Nara e se preferir pegue um ônibus,
comprando um passe que poderá lhe permitir o uso desse transporte ilimitadamente.
O Japão está há 12 horas na frente do horário do Brasil e nos primeiros dias essa
diferença de fuso horário poderá ser sentido pelos turistas.

Os japoneses também são considerados como um povo que é muito educado,
respeitando muitas regras que são de convivência, como no uso das escadas rolantes
que devem ser pelo lado esquerdo. Não pode jogar lixo no chão. Comer e andar pelas
ruas é considerada como falta de educação e falar ao telefone nos trens é proibido.
Será muito comum encontrar objetos intocados e no lugar onde foram deixados.

As grandes atrações de Kyoto
Sem dúvida alguma, são os seus templos e santuários. Para que eles sejam visitados
organize os seus horários para ver o máximo que o seu tempo possa permitir.
Conheça o Kiyomizu-dera Temple que é um dos seus mais importantes e que fica no
alto de uma montanha, numa varanda que é sustentada por colunas que são de
madeira com 13 metros de altura.

O Eikan-do Temple é um templo budista em Kyoto que é com muitos edifícios e
jardins, se destaca na época do outono, por receber uma iluminação que é especial
no período da noite. É um local que pode ser visitado por dentro e por fora, numa
visita que será muito interessante para que possa ser entendida toda uma estrutura
que é da arquitetura do Japão.

O Ginkaku-ji Temple é também conhecido como Pavilhão Prateado e sendo um belo
exemplo de arquitetura que é do Japão. Sua construção se deu em meio as
montanhas dessa cidade e entre os jardins que ficam lindos nas estações da
primavera e do outono. Sua finalidade era para que servisse de refúgio durante a
guerra e com o seu interior não liberado ao público.

O santuário Fushimi-Inari-Taisha Shirine é um local que sempre se concentram um
grande número de turistas em Kyoto, por ser um local lindo, vibrante e que possa
despertar muita curiosidade, que foi construído ao deus do arroz e do sakê. Nesse
santuário há edifícios que são principais e num caminho que é com 5.000 toriis
laranjas que são os portais xintoístas. É um santuário muito importante nessa região.

Kiyomizu-dera Temple – Kyoto

O que mais ver em Kyoto
Vá até o seu Nishiki Market que é um mercado oriental e que fca localizado bem no
centro. Ele é muito procurado pelos seus moradores e por turistas para matarem a
sua curiosidade e para ver de perto todas as suas atrações. É um belo lugar com
muitas barraquinhas que vendem de tudo, desde a frutas, verduras, folhas, peixes e
até ver outros produtos que são desconhecidos para os turistas.

A Kyoto Tower é uma torre que fica situada na região que é central, com oferecimento
de uma vista que é panorâmica de Kyoto. O término de sua construção foi em 1964 e
com os seus 131 metros, para se apreciar toda uma cidade do alto. À noite, é
recebida uma iluminação que é especial e que se destaca no céu dessa cidade e
também por outros edifícios.

Vá até o seu Parque Maruyama Park que fica em Higashima, que é uma atração
muito popular na primavera, que é cheio de cerejeiras e com muitas pessoas fazendo
um piquenique. É um ponto turístico muito frequentado e com alguns restaurantes.
Conheça Kyoto e todas as suas características que são de suas atrações e que
poderão fazer dessa viagem uma verdadeira maravilha.