Quando poderemos viajar novamente?

A pandemia trouxe á tona perguntas que são frequentes em relação ao COVID-19 e muitas pessoas estão se perguntando, quando poderão viajar novamente. É uma dúvida que é muito comum entre os viajantes. Preparamos para os viajantes algumas respostas, com dicas que são necessárias para quem quer programar uma viagem para ainda ser feita no ano de 2020. 

Apesar de se ter uma reabertura de muitos países, a OMS (Organização Mundial da Saúde), também afirma que, viajar durante a pandemia é também assumir um risco e que se puder, deve ser evitado. A pandemia ainda não acabou e uma vacina ainda não saiu para imunizar as pessoas. As viagens internacionais devem ser feitas, apenas em caso de uma efetiva necessidade do viajante.

Em alguns destinos internacionais, já é possível desembarcar e ainda é difícil podermos dizer que, quando poderemos voltar a viajar para o exterior como antes, muitos especialistas apostam em 2022. A maioria dos países ainda está sujeito aos passageiros á uma triagem que é médica e a uma quarentena que é de 14 dias, ao se chegar a algum país que é do exterior.

São apenas alguns casos que devem ser considerados na hora de pensar em uma viagem para o exterior, com algumas restrições de entrada, que podem variar e por mudarem constantemente Há países no exterior que já estão abertos para os brasileiros, com respectivas exigências que são de entrada. Outros países estão parcialmente abertos e com outras exigências, que são destinadas para uma entrada.

Uma grande parte dos países, que são europeus ainda seguem fechados para os brasileiros e não há reabertura ainda em 2020. Como já dissemos, há países que permitem essa entrada e com respeito em algumas regras e que já estão parcialmente abertos para os brasileiros. No Brasil, essa reabertura que é de hotéis e de atrações turísticas está acontecendo de forma gradativa e com medidas de segurança.

Viagens com segurança

Sem uma vacina para o Coronavírus, não há como determinar quando poderemos viajar como era antigamente. Entretanto, as previsões e as notícias de quando os testes serão confirmados mudam constantemente e enquanto isso, a solução é o de aguardar uma viagem. Se for realmente preciso viajar, deve-se sempre respeitar as medidas que são de segurança.

Veja Mais:  Dicas para a sua bagagem em uma viagem de avião

As restrições que são de viagens mudam constantemente e os países abrem e fecham as suas fronteiras a todo instante. Devido a isso, é muito importante se ter cautela na hora do planejamento da sua viagem, especialmente no que tange a viagens que são para o exterior. Se for preciso viajar, sempre fique atento para as políticas que são de cancelamento, considerando a contratação de tarifas que são mais flexíveis.

Para isso, caso seja necessário o cancelamento ou adiamento de uma viagem, com tarifas que sejam mais flexíveis e mesmo que custe mais caro, com isso se terá muito mais possibilidades. Esteja preparado para os casos que são com planos alterados, por linha aérea ou por meio de hospedagem, nenhuma data marcada será 100% garantida e ainda mais em tempo que é de pandemia e com essa doença rondando as pessoas em todo o mundo. 

 

Há muitas dúvidas que são frequentes entre os viajantes e a OMS recomenda que, seja conferido o país e se está aberto para os brasileiros e quais são todos os seus requisitos para entrada nele. No retorno de uma viagem internacional para o Brasil, o correto é o de se fazer um isolamento social que é de até 7 dias e se tiver os sintomas, o sistema que é de atendimento médico deverá ser procurado imediatamente. 

Manter um isolamento que é social é a melhor maneira de se evitar uma proliferação que é dos vírus, com diversos países exigindo uma quarentena que deverá ser feita em até 14 dias para os seus visitantes. A OMS também estimula parâmetros, que são para avaliar o quão seguro é o ato de viajar, mas levando em consideração uma situação que é epidêmica, do local que é o de origem, quanto o do destino.

As viagens no exterior 

Os países no exterior que são com exigências de entrada são o México, que possui um formulário que deverá ser preenchido e entregue na chegada. No Porto Rico, os passageiros deverão ficar em uma quarentena por 14 dias e também preencher um formulário que é do Departamento de Saúde. Na República Dominicana, também se deve preencher um formulário que é de declaração de saúde.

Veja Mais:  3 cruzeiros imperdíveis

No Reino Unido, a sua lista de países que estão fora de quarentena na chegada a esse país é atualizada todos os dias e o Brasil ainda não faz parte dessa lista, mas os brasileiros devem ficar isolados por 14 dias ao chegar por lá, além de se ter a obrigação de preencher um formulário localizador de passageiro e apresentar na imigração. Na Turquia não é necessário quarentena em sua chegada.

Ainda sobre a sua chegada á Turquia, passageiros e tripulação, que são da companhia aérea devem estar sujeitos a exames que são médicos. Na Eslovênia, os passageiros brasileiros que chegam por lá, que é um país que está em sua lista negra, ficam em quarentena por até 10 dias e se apresentarem um teste negativo para essa doença em até 48 horas antes, não precisam ficar em quarentena ao chegarem a esse país.

A recomendação no Brasil para uma viagem pela OMS

No Brasil, o Ministério do Turismo recomenda que, seja um auxiliar para essa transição que é para um novo normal e que possa ser diminuídos os impactos no turismo nacional, houve o lançamento que é de um selo de Turismo Responsável, que é um programa que estabelece as boas práticas e os protocolos de higienização, para todos os segmentos que são de viagem e que poderá auxiliar aos seus viajantes.

São protocolos de higienização que além de auxiliarem aos seus viajantes na hora de definir as viagens pós-pandemia de Coronavírus, poderão ser feitos em todo o território nacional, como recomendação do Ministério da Saúde e que continua a mesma, viajar apenas em casos que sejam de real necessidade e se for inevitável o viajante deverá seguir a todas as orientações que são vigentes.

Artigos Relacionados

Atenção: O Promoções de Passagens não solicita em nenhuma situação quantias em dinheiro para liberação de qualquer tipo de produto sobre passagens, seja jovem aprendiz ou vagas. Caso isto aconteça nos avise pelo formulário imediatamente. Observações: O Promoções de Passagens trabalha para manter todas informações o mais atualizadas possível. Vale ressaltar que essas informações podem divergir das informações encontradas nos sites de instituições empresariais e ou provedores de serviços de um site específico. Sobre instituições que não temos parcerias, todos os produtos indicados nesse site https://promocoesdepassagens.org/ não tem nenhuma garantia das informações estarem atualizadas. Lembre-se sempre de ler as condições de uso e termos de aquisição das instituições empresariais que você escolher. Parceiros: Como monetizamos? Recebemos uma pequena quantia das publicidades em nosso site e dos nossos parceiros quando indicamos um usuário que solicita algum produto ou uma proposta. Tudo que publicamos é baseado em avaliações quantitativas e qualitativas de cada produto. Vale ressaltar que nossos parceiros podem influenciar diretamente sobre os produtos que escrevemos e revisamos, na ordem dos "melhores" artigos e no local que esses produtos aparecem no Promoções de Passagens. Como temos diversos produtos em nosso site, não damos nenhum tipo de garantia da qualidade e atualidade das informações de todos esses produtos, por isso garantimos e priorizamos informações dos nossos parceiros. Nos avise pelo nosso formulário de contato.

Considerações: O Promoções de Passagens se esforça para manter todas informações atualizadas e precisas. Estas informações podem ser diferentes do que você vê nos sites de instituições empresariais, provedores de serviços ou um site de produtos específicos. Em caso de instituições não parceiras, todos os produtos empresariais são apresentados sem garantia das informações estarem atualizados. Sempre que escolher sua oferta leia as condições das instituições empresariais e termos de aquisição.

Parcerias: Como ganhamos dinheiro? Recebemos uma pequena compensação das publicidades em nosso site, dos nossos parceiros quando alguém efetua uma solicitação de proposta ou é aprovado para uma empresa que indicamos. As matérias que publicamos no Promoções de Passagens são baseados em avaliações qualitativas e quantitativas de cada produto - apenas. Nossas parcerias podem influenciar sobre os produtos nos quais escrevemos e revisamos, a ordem que os produtos aparecem nos "melhores" artigos, onde e se os produtos aparecem no Promoções de Passagens e o local onde são exibidos no site. Nós apresentamos diversos produtos, como você pode ver em nosso site, não damos garantia a qualidade e atualidade das informações de todos eles, por esse motivo priorizamos e garantimos as informações de instituições parceiras.