Os países europeus que o turismo mais cresceu

A Europa continua a ser considerada a mais visitada do mundo pelos turistas. No ano de
2017 foram acolhidas 671 milhões de visitantes. No início de 2018 houve um crescimento
lento no PIB, que é o Produto Interno Bruto. Contudo, o crescimento do turismo está
sendo o responsável por atenuar os efeitos que são da crise econômica que é encontrada
dos continentes.

O turismo e a economia
O turismo possui um peso muito importante na economia em muitos países que são da
Europa. A França é um desses países que é o mais visitado em todo o mundo. É
representado entre 6% e 7% do PIB, o que é equivalente ao da indústria automobilística.
Em Portugal, o turismo representa cerca de 11% do PIB, funcionando esse turismo como
uma atividade de exportação, atenuando todos os seus déficits.

Na Grécia, o turismo é representado por 16% do PIB. É um setor estratégico para uma
economia que se encontra em agonia. Devido a isso, o governo grego afirmou que o
turismo no ano de 2018 tenta tirar esse país da recessão. Nesse país o turismo cresceu
13,9% nos primeiros oito meses do ano de 2011 se for comparado com esse mesmo
período do ano de 2017.

A Espanha é o 4° país que é muito afetado pela crise das dívidas que são soberanas na
Europa. Esse número de turistas que são internacionais cresceu 11,2%. Na Europa, de
um modo geral, esse aumento de turistas é da ordem de 6% neste ano. A região a qual
que o turismo mais cresceu foi a América do Sul. O turismo também começa a crescer em
países que são pequenos e estão marcados para os outros anos haver um crescimento.

Diversos fatores podem explicar o crescimento dessas viagens na Europa. O primeiro diz
respeito ao fato, de que os turistas que são dos países europeus como a Alemanha que
passaram a viajar mais no ano de 2011 se for comparado ao ano de 2010. Os turistas
alemães são os que mais gastaram no mundo, contribuindo muito para a economia do
turismo.

Veja Mais:  Destino: cidades mais seguras no mundo

Ao todo cerca de 80% dos turistas que visitam os países que são da Europa, são oriundos
dos países que são do próprio continente europeu. Os emergentes ficam com uma
participação de crescimento do turismo na Europa, com uma proporção desses turistas no
fluxo de entradas, que fica bem mais limitado que a dos europeus, já que esses turistas
não medem os gastos e sendo uma clientela maior da França.

O Brasil, a Rússia, a China e a Índia são de fundamental importância para o turismo na
França e com os gastos individuais desses turistas sendo bem altos em relação a sua
hospedagem nesse país, ficando mais tempo também em um desses países do que a dos
europeus. Os gastos dos turistas chineses cresceram 30,2% e dos russos 21% no ano de
2011.

O crescimento dessas viagens na Europa
Muitos são esses fatores que podem explicar o crescimento das viagens pela Europa. O
primeiro fato é o de que os turistas que são de países da Europa como a Alemanha,
passaram a viajar mais no ano de 2011 se for comparada no ano de 2010, com os
alemães sendo o povo, que mais gastaram em todo o mundo. Os protestos de países
árabes como a Tunísia e Egito atraem tradicionalmente os turistas que são europeus.

O estímulo ao turismo pelo governo da França começou a ser implantado nesse ano,
como um sistema que é destinado para melhorar todas as informações que são para os
estrangeiros nos aeroportos e nos transportes, para que seja agilizado uma passagem
nas fronteiras. Todas essas limitações de orçamento público podem levar os governos a
rever as estratégias que são de promoção para o turismo no exterior.

O Reino Unido também cresceu na preferência pelos brasileiros, tendo um aumento de
54%. Depois vem a Alemanha e Portugal com um aumento de 44% de crescimento. Os
turistas brasileiros também consideram que, a crise econômica que afeta os países da
zona do Euro podem ajuda-lo a encontrar negócios que são acessíveis com
oportunidades mais baratas para todos esses destinos.

Veja Mais:  O turismo sustentável e como ele deve ser praticado

Ainda sobre Portugal, ele está dentro dos 10 países que obtiveram o maior crescimento
das viagens para a Europa. É uma tendência muito positiva que pode demonstrar
claramente que o comportamento dos consumidores portugueses no que se refere ao
consumo está a mudar, estando esses consumidores mais confiantes e mais disponíveis
para se gastar nesse país.

Um setor que gera muitos recursos
O Turismo gera recursos para outros setores como os de agricultura, alimentos,
transportes, construção, indústrias, têxteis, construção naval, na cultura e na criatividade.
Numa era em que muitos postos de trabalhos estão sendo substituído por máquinas o
turismo continua sendo um setor que precisa e muito de mão de obra humana, para gerar
muitos empregos.

O Conselho Mundial de Turismo e Viagens estima que, há mais de 5 milhões de novos
empregos que são ligados a esse setor e que podem ser criados pela União Europeia. O
número desses turistas que são internacionais deverá duplicar de 1,1 bilhão para mais de
2 bilhões até o ano de 2030, com mais da metade desses turistas originários da Ásia.

Até o final da década de 90, a Europa recebia mais da metade dos turistas que eram
mundiais. Nos dias de hoje, apesar de continuar sendo o destino número 1, registra
apenas 42% e deve chegar até 30% no ano de 2030. No ano de 2014 o setor movimentou
US$ 7,6 trilhões no mundo, o que representa 10% de toda uma riqueza que foi gerada
nesse período.

No Brasil é o Rio de Janeiro que atrai o maior número de turistas, de acordo com os
dados projetados pela Mtur, que é o Ministério do Turismo, respondendo por quase 4% do
PIB brasileiro. O ano de 2017 foi declarado pela Organização Mundial do Turismo (OMT)
como o Ano Internacional do Turismo Sustentável, destacando esse setor como um
potencia, para um desenvolvimento econômico que é sustentável.

Artigos Relacionados

Atenção: O Promoções de Passagens não solicita em nenhuma situação quantias em dinheiro para liberação de qualquer tipo de produto sobre passagens, seja jovem aprendiz ou vagas. Caso isto aconteça nos avise pelo formulário imediatamente. Observações: O Promoções de Passagens trabalha para manter todas informações o mais atualizadas possível. Vale ressaltar que essas informações podem divergir das informações encontradas nos sites de instituições empresariais e ou provedores de serviços de um site específico. Sobre instituições que não temos parcerias, todos os produtos indicados nesse site https://promocoesdepassagens.org/ não tem nenhuma garantia das informações estarem atualizadas. Lembre-se sempre de ler as condições de uso e termos de aquisição das instituições empresariais que você escolher. Parceiros: Como monetizamos? Recebemos uma pequena quantia das publicidades em nosso site e dos nossos parceiros quando indicamos um usuário que solicita algum produto ou uma proposta. Tudo que publicamos é baseado em avaliações quantitativas e qualitativas de cada produto. Vale ressaltar que nossos parceiros podem influenciar diretamente sobre os produtos que escrevemos e revisamos, na ordem dos "melhores" artigos e no local que esses produtos aparecem no Promoções de Passagens. Como temos diversos produtos em nosso site, não damos nenhum tipo de garantia da qualidade e atualidade das informações de todos esses produtos, por isso garantimos e priorizamos informações dos nossos parceiros. Nos avise pelo nosso formulário de contato.

Considerações: O Promoções de Passagens se esforça para manter todas informações atualizadas e precisas. Estas informações podem ser diferentes do que você vê nos sites de instituições empresariais, provedores de serviços ou um site de produtos específicos. Em caso de instituições não parceiras, todos os produtos empresariais são apresentados sem garantia das informações estarem atualizados. Sempre que escolher sua oferta leia as condições das instituições empresariais e termos de aquisição.

Parcerias: Como ganhamos dinheiro? Recebemos uma pequena compensação das publicidades em nosso site, dos nossos parceiros quando alguém efetua uma solicitação de proposta ou é aprovado para uma empresa que indicamos. As matérias que publicamos no Promoções de Passagens são baseados em avaliações qualitativas e quantitativas de cada produto - apenas. Nossas parcerias podem influenciar sobre os produtos nos quais escrevemos e revisamos, a ordem que os produtos aparecem nos "melhores" artigos, onde e se os produtos aparecem no Promoções de Passagens e o local onde são exibidos no site. Nós apresentamos diversos produtos, como você pode ver em nosso site, não damos garantia a qualidade e atualidade das informações de todos eles, por esse motivo priorizamos e garantimos as informações de instituições parceiras.