O que conhecer em Criciúma?

Maior cidade localizada no sul do estado de Santa Catarina e a quinta maior em
todo o estado. Possui diversos atrativos turísticos sem deixar de apresentar sua
principal característica que é a hospitalidade.
É conhecida como a capital do carvão. Uma cidade cheia de história, cultura e
cheia de pontos turísticos com infraestrutura de qualidade. Nas redondezas tem a
Serra do Rio do Rastro, Nova Veneza e várias praias para você conhecer.
Praça Nereu Ramos
Rodeada de arvores e lojas, foi construída em 1917. Foi revitalizada recentemente,
mas manteve em seu calçamento uma parte do petit pavê mantida. Possui
comércio variado e com características fortes, com o Shopping Della, bares, o
Monumento ao Mineiro, uma homenagem aos homens que trabalharam na
extração de carvão daquela região, além da Catedral São José, e da Casa de
Cultura Neuza Nunes Vieira.
Praça do Congresso
Localizada no centro da cidade, possui muitas árvores, brinquedos para crianças,
academia, um belo lago e lanchonetes. As famílias que tem crianças costumam se
reunir nos finais de semana e nos finais de tarde fazem caminhas e corridas.
Parque das Nações
Inaugurada em 2011, tornou-se um ambiente para a prática de esportes, lazer e
cultura. Tem pista de ciclovia, caminhada, playground, quadras de esportes
diversos, lanchonetes e restaurantes e comporta mais de 500 veículos em seu
estacionamento.
Lá também se encontra uma mini-ferrovia que se chama Terezinha, uma
locomotiva com dois vagões para até 50 pessoas.
Parque centenário
Localiza-se o Centro Cultural Santos Guglielmi. Tem uma galeria de artes,
biblioteca municipal e um teatro de arena, além de um teatro municipal para 730
pessoas. Possui também parques com pista de caminha e academia.
O Monumento às Etnias, construído em 1981, comemora a chegada dos primeiros
imigrantes europeus à cidade, vindos da Itália, Polônia, Alemanha e Portugal.
Mina de visitação
É a única mina de carvão ainda aberta para visitação no Brasil. Recebe visitantes
desde 2011, onde pode-se passear por uma mini locomotiva por cerca de 300
metros adentro da mina. Na época da fundação de Criciúma foi a atividade
econômica mais importante da região.
Centro Cultural Jorge Zanatta
Casarão antigo construído na década de 40 e restaurada em 96. Era a instalação
do primeiro serviço de água tratada da região. Em 1964 foi utilizada como cárcere
da ditadura militar e hoje o município abria a Fundação de Cultura da cidade.

Museu municipal histórico e geográfico
Casarão de 1920, abriga um acervo de fotos e objetos da família que o construiu,
italianos Augusto Casagrande e Cecília Darós. Possui máquinas de costura, ferros
de passar roupas, máquina para fabricar calçados, instrumentos manuais e
utensílios de cozinha. Os móveis são originários da época. As paredes conservam
a pintura original restaurada.
Museu de zoologia
Serve como centro de referência em pesquisa científica, ambiental e cultural.
Possui 3 complexos, o Complexo Mata Atlântica que contém aves, repteis,
mamíferos de demais animais empalhados. O complexo Marinho com pinguins,
lobos marinhos, golfinhos, aves, tartarugas e o esqueleto de uma baleia orca e
uma franca com 13 metros de comprimento.
E por último o complexo Vida Selvagem há animais empalhados como onças,
bichos preguiça, macacos, aves de rapina, repteis e mais aves e mamíferos.
Morro Cechinel
É o morro mais alto de Criciúma, chegando a 260 metros de altura, onde se pode
ver a Serra do Mar e do outro lado o centro da cidade.
Nações Shopping
Possui 185 lojas com 26 restaurantes e até uma pista de patinação no gelo, além
das demais opções para comer, comprar e se divertir com toda a família.
Demais opções
Na gastronomia presa-se pela culinária italiana, devido seus colonizadores.
O comércio é muito forte nessa região, principalmente no centro com vários
shoppings e lojas a disposição dos visitantes.
Em relação a eventos, a Festa da Etnias ocorre sempre em setembro,
apresentando comidas típicas da culinária italiana, portuguesa, polonesa, alemã,
árabe, negra e espanhola. Ocorrem também show nacionais e apresentações
típicas e feiras de artesanato.
Festival internacional de corais
Acontece em novembro, no Teatro Municipal Elias Angeloni, a apresentação de
corais nacionais e internacionais.

PUBLICIDADE