O incrível turismo em Milão

Milão fica ao norte da Itália. É denominada como uma capital que é da moda e do
design mundial. É uma cidade que impressiona com um ritmo frenético das ruas. É
também o centro financeiro e comercial e referência em campos de história, da arte
e da arquitetura. O novo e o antigo se misturam, com muitas opções de
entretenimento e numa região que vive de seu turismo.

Uma cidade de charme
Há uma área territorial que é por vezes comparada a Paris. Milão é a maior e mais
populosa cidade da Itália. Todos os seus turistas são atraídos, por uma busca de
sua arte, de entretenimento, para as compras e gastronomia. É uma cidade muito
movimentada, de muito charme e que reserva muitos tesouros em seus museus ou
igrejas. Um local de muita cultura.

PUBLICIDADE

As estações do ano em Milão
As estações do ano são bem definidas, assim como é, com os demais países que
são europeus. Isso pode facilitar e muito, a escolha do turista, que pode buscar por
um determinado clima e por paisagens que ali se encontram. O mês mais
agradável para se aproveitar essa região, sem chuva ou com um calor insuportável
é em maio, período com muitas atividades culturais e eventos.

A Europa e sua alta temporada
A alta temporada na Europa ocorre nos meses de junho e julho, o que fica
evidenciado também pela chegada de muitos turistas. As férias na Europa são em
agosto, que são as escolares e também coletivas em muitos estabelecimentos.
Nessa época de agosto, até os pontos turísticos não ficam possivelmente abertos
por lá.

A época com poucos turistas em Milão
Para quem preferir as temperaturas mais baixas e com poucos turistas é em
setembro e nas duas primeiras semanas de outubro, que tornará o seu passeio
mais agradável, além de ter muitos eventos culturais nesse período. Em outubro
até o final de dezembro, a chuva é quem marcará presença, junto ao frio. Janeiro e
fevereiro em Milão pode nevar e tem muitas atividades de esqui.

As suas comidas típicas
Uma das comidas que são típicas de Milão é o seu bife á milanesa e uma versão
de risoto com milanesa e açafrão. As outras opções são o seu ossobuco á
milanesa ou a sua cotoletta ala milanesa, que é o seu tradicional bife. Para a sua
sobremesa peça o seu tradicional gelato. Ao final do dia prove um aperitivo em um
de seus bares e que são verdadeiras refeições.

A hospedagem em Milão
Para se hospedar por lá, já que há opções para todos os gostos que vão à desde
hotéis com sete estrelas ou albergues. Há também apartamentos que são
mobiliados e com preços menores. Prefira hospedar no bairro da Brera que fica
perto de tudo e tem preços mais baixos ou escolha por uma localidade que fique
próxima aos pontos turísticos e que tenha facilidade com os transportes públicos.

O que conhecer em Milão
Há muitas atrações turísticas em Milão para se conhecer e que vamos conhecer
agora. Começamos pela sua Catedral de Milão que é a maior igreja gótica da Itália.
É a terceira maior igreja do mundo. A Catedral de Duomo é um imponente
monumento e que foi construído entre os anos de 1386 a 1813 e fica localizada na
Plazza del Duomo, que é uma importante praça na Itália.

O ponto central da capital
A Catedral de Milão é também um ponto central dessa capital. O visitante por lá
poderá encontrar muitas lojas, bares e restaurantes. Uma curiosidade em Milão e
nessa região é que os turistas tomem cuidado com os vendedores que são ilegais
e nunca alimentar os pombos que serão encontrados ali, por ser uma prática
considerada como um crime na Itália.

O Palácio Real
O Palazzo Reale di Milano é considerado como um dos monumentos que é o mais
importante da capital. É uma visitação muito indicada para os turistas que são os
amantes de arte. Durantes muitos séculos, esse palácio foi sede administrativa e
residencial, depois que sofreu muitos bombardeios, que ocorreram no ano de 1943,
sua construção perdeu seus interiores neoclássicos.

A obra da última Ceia
É uma criação de Leonardo da Vinci e também é um patrimônio mundial da
UNESCO. É uma obra que fica na igreja de Santa Maria delle Grazie. O viajante
deverá reservar com uma antecedência de até 3 meses antes, pela internet para se
conseguir entrar. É um passeio muito disputado e com muitas pessoas que já
passaram por lá relatando, que é um passeio inesquecível em Milão.

O Castelo Sforzesco
É uma importante atração que é voltada para o turismo em Milão. É também nesse
monumento que se encontra a Pietá Rondanini, de Michelangelo, que é uma
escultura que está a ser vista na Enfermaria Espanhola, que fica na Praça das
Armas do Castelo. É uma das lembranças mais antigas dessa cidade e que deixa
aos seus turistas muito maravilhados.

O Quadrilátero da Moda
É uma atração turística que como o nome diz é com 4 ruas que chegam a formar
um quadrado. Essa formação dá lugar a uma reunião de grifes que são as maiores
do mundo. É um lugar com belas vitrines e preços que são altos. Mesmo para
quem não for comprar, por causa de seus preços que são caros, vale muito a pena
dar uma passada por lá, para conhecer a essas ruas.

A Galeria Vittorio Emanuelle II
É uma galeria muito luxuosa, com um visual arquitetônico e histórico, com grandes
lojas e muitos bares e restaurantes que são tradicionais. Após a travessia dessa
Galeria, o turista irá deparar com o Teatro Scalla que funciona desde o ano de
1778. É um teatro que é aberto para visitação e com boas chances para se tirar
aquelas fotos, nessa majestosa construção.

Conhecendo essa cidade
Para conhecer Milão, reserve pelo menos uns 3 dias. Se encante pelas suas
belezas naturais, com toda a sua riqueza cultural e com as suas muitas opções que
são de divertimento para todos os seus visitantes. É uma cidade italiana que é um
destino turístico que atrai a milhares de pessoas todos os anos, que ficam
maravilhados com tudo o que essa cidade pode oferecer e tenha uma boa viagem.