7 Melhores praias do Brasil para surfar

O surfe é um dos esportes mais praticados do mundo. Tem várias modalidades, que
variam de acordo com o tamanho das pranchas (shortboard, longboard, bodyboard,
bodysurf, skimboard e kneeboard) e a forma de surfar (kite surf e windsurf, por exemplo,
dependem da força do vento). Sua origem é incerta: alguns afirmam que surgiu dos povos
peruanos, outros dos polinésios. O primeiro relato escrito desse esporte é do navegador
inglês James Cook, que, chegando ao Havaí em 1778, se viu fascinado pela prática.

O Havaí é um dos lugares onde o esporte mais se desenvolveu no mundo. Acredita-
se que o surfe foi introduzido lá pelo rei polinésio Tahíto. A confecção das pranchas tinha
um aspecto ritual: ao fazer sua própria prancha, o usuário transmitia energias positivas para
ela e se livrava das energias negativas quando praticava o esporte. O havaiano Duke Paoa
Kahanamoku, campeão olímpico de natação, é considerado o pai do surfe moderno pelo
papel que teve na divulgação do esporte pelo mundo.

PUBLICIDADE

O surfista brasileiro mais reconhecido no mundo é Gabriel Medina, que ficou
conhecido por ser o primeiro brasileiro a vencer um campeonato mundial de surfe, o ASP
World Tour, em 2014. E o Brasil também é conhecido mundialmente pelas suas praias
paradisíacas, algumas perfeitas para a prática do surfe. Neste artigo, juntamos 7 das
melhores praias do Brasil para surfar.

1 – Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro
Geralmente, quando se fala de Rio de Janeiro, costumamos ouvir falar muito de
Copacabana e Ipanema, mas a Barra da Tijuca é uma praia muito mais propícia para a
prática do surfe. Conhecida como a maior praia do Estado, com 14,4 km de comprimento,
suas ondas são fortes e em forma de tubo, consideradas perfeitas para o desporto.

A praia é tão indicada que acabou no circuito nacional e mundial de campeonatos de
surfe: por lá já rolou, por exemplo, o World Surf League (WSL). Além disso, a praia é de fácil
acesso, localizada na cidade do Rio de Janeiro, muito frequentada por turistas e orlada por
um enorme calçadão.

2 – Itamambuca, em São Paulo
Situada no município de Ubatuba, a praia de Itamambuca é famosa pelas suas
ondas grandes e fortes e muito frequentada por jovens surfistas. Sede de várias
competições de surfe, tanto nacionais quanto mundiais, o lugar tem até mesmo uma escola
de surfe, a Escola Zecão de Surfe. Além disso, há o Itamambuca Eco Resort, com
quiosques e atrações para quem curte uma agitação.

3 – Itaúna, no Rio de Janeiro
Na cidade de Saquarema, considerada a capital nacional do surfe, no litoral norte do
Estado, a praia de Itaúna tem ondas enormes, algumas com mais de 3 metros. Por conta
disso, ela é muitas vezes comparada às praias do Havaí. Em 2017, essa praia foi palco da
etapa brasileira do Circuito Mundial. Além do mais, bem perto da praia, em cima de um
morro, há a igreja da padroeira da cidade, Nossa Senhora de Nazaré, e lá de cima a vista
da praia é espetacular.

 

4 – Praia Brava, em Santa Catarina
Ao norte da ilha de Santa Catarina, no município de Florianópolis, a Praia Brava já
pelo nome denuncia a força das ondas que quebram por lá. Muito frequentada por surfistas,
a praia também atrai muitos jovens durante a alta temporada, por conta dos eventos
musicais com DJs e bandas que acontecem por lá.

5 – Praia de Lopes Mendes, no Rio de Janeiro
Entre todas as praias da Ilha Grande, a maior ilha do Estado, na deslumbrante Angra
dos Reis, essa é a mais procurada para a prática do surfe. O mar é sempre agitado,
oferecendo ondas propícias para os surfistas, sem falar que as águas são de pouca
profundidade e de uma transparência inacreditável: além de seguras, são muito ricas em
tonalidade.

6 – Cacimba do Padre, em Pernambuco
A Ilha de Fernando de Noronha é um dos destinos mais procurados no Brasil por
todo tipo de turista, devido a suas deslumbrantes belezas naturais. Mas, além disso, o local
também é tão recomendado para a prática do surfe que alguns até o comparam com o
Havaí. Nesse quesito, nenhuma praia supera a Cacimba do Padre, com tubos de ondas que
podem chegar a 4 metros. Um lugar perfeito para trabalhar nas manobras e curtir a natureza
ao mesmo tempo.

7 – Praia da Baleia, em São Paulo
A Praia da Baleia, em São Sebastião, é referência no Estado para a prática do surfe
e acomoda todo tipo de surfista, de amadores a profissionais, de shortboard a longboard, a
depender do mar, que pode estar grande ou pequeno, aberto ou fechado. No ano de 2017,
passou por lá o Hang Loose Surf Attack, um campeonato da categoria de base. O canto
direito dessa praia é famoso por suas ondas contínuas e volumosas, tendo por isso o nome
de Canto Mágico.

O surfe é um esporte muito divertido e relaxante: até aquele navegador inglês,
James Cook, já pensava assim! Mas é sempre bom lembrar que é também um esporte
muito perigoso, e deve ser praticado com cautela. Caso você esteja começando agora,
procure entrar no mar quando ele estiver mais calmo. Hoje em dia é possível, através da
internet, saber a condição das ondas com antecedência, e alguns sites especializados
disponibilizam até mesmo acompanhamento ao vivo das praias. E, claro, esteja seguro de
que você sabe nadar bem para não precisar de um salva-vidas!

Dito isso, as praias listadas acima podem oferecer grandes emoções para os
amantes de surfe, sejam amadores ou profissionais. Sem medo de levar um caixote, se
jogue na crista da onda e aproveite a adrenalina! Com a devida orientação, como aquela
que recebia a garotada do desenho Rocket Power, você pode ir muito longe nessa de
deslizar no tubo das ondas… Quem sabe você não se torna um desses profissionais como
Gabriel Medina, disputando campeonatos mundo afora em algumas das praias mais belas
do planeta! Como diria João Frango, do filme Tá Dando Onda, “Te vejo na linha de partida!”