Dicas de viagens para a Tailândia

A Tailândia é um destino que cada vez mais é procurado por brasileiros para o
turismo. Sua capital é Bangcoc, fica localizada na Ásia, com uma população
estimada de 66.700,000 habitantes. A moeda oficial é o Baht e a língua é a
Tailandesa. Nesse país há um mix de cheiros, cores, sabores e gestos que nos
cercam a cada passo e que vai além de todos os nossos parâmetros ocidentais,
em sua cultura e em todo o seu exotismo na Tailândia.

Os atrativos nesse país
Nesse local o viajante poderá desfrutar de um passeio encantador, com muitas
acomodações, hotéis e restaurantes de luxo, com comidas mais acessíveis e
exóticas também, praias e ilhas paradisíacas e uma cultura que é muito diferente
da nossa.

Os voos para a Tailândia
Não existem voos diretos do Brasil para lá, mas há algumas opções de conexões
em outros países como as da Companhia aérea Emirates, via Dubai, a da British
Airways via Londres, a da Air France que é via Paris e da Swiss que é via Zurique.
Se o viajante já estiver na Ásia, poderá optar por outros voos disponíveis como a
da Thai Airways ou com a Ana, JAL, AirAsia, Cathai e AirChina, entre inúmeros
outros para quem já está na Ásia.

A principal porta de entrada é o Aeroporto Internacional de BangKok-Suvarnabhumi
ou outros serviços internacionais diretos como para Chiang Mai ao norte e Phuket
ao sul. O voo com conexão na África do Sul tem os preços mais acessíveis, porém,
são mais demorados.

A entrada de brasileiros nesse país
Os brasileiros que pretendem viajar para a Tailândia devem saber que para entrar
nesse país em viagens de turismo não irão precisar de visto e o passaporte deve
ter pelo menos 6 meses de validade de tempo de permanência máxima nesse país,
sem esse visto deve ser de 90 dias e esse período ainda pode ser renovado.

É exigido na entrada desse país o certificado internacional contra a febre amarela e
no desembarque é preciso passar pelo Health Control do aeroporto para a
apresentação do documento e o preenchimento do formulário e somente depois
desse procedimento é que o turista segue com seus tramites legais para entrada
na Tailândia.

O transporte público da Tailândia
Fora da capital esse transporte não é dos melhores e o turista irá depender de
ônibus com um tráfego por estradas que são precárias e com maus motoristas de
trânsito, nada muito diferente do Brasil. Outra opção são os trens que são mais
confortáveis e divididos em três classes, que são a primeira com direito a cabine,
segunda razoável e nem todas com ar condicionado e a terceira com um preço
mais em conta, bancos de madeira e zero de conforto.

 

A hospedagem na Tailândia
Há o Hostel Nappark, com várias áreas comuns para os hóspedes se conhecerem
e com banheiros divididos entre homens e mulheres, o Hotel Admiral Premiere que
possui vários restaurantes por perto, com comidas que vão desde a americana até
a tradicional tailandesa e com um preço bom para duas pessoas por noite, num
quarto com cozinha e banheiro. Por ser uma grande cidade existem muitas outras
áreas para se hospedar.

 

O câmbio na Tailândia
A sua moeda oficial como já citamos acima é o Bath, mas o visitante consegue
trocar com bastante facilidade o dólar ou o euro em todas as casas de câmbio
nesse país e não é comum seus estabelecimentos comerciais aceitarem o dólar,
pois, a sua moeda é desvalorizada perante o dólar, ou seja, com 1 real se compra
10 Baths e com 1 dólar cerca de 34 Baths.

São recebidos sempre na Tailândia muitos turistas de todos os países do mundo e
por isso, trocar dinheiro lá é muito fácil, há lugares para essas trocas em toda a
parte e durante a viagem vá trocando aos poucos, pois, caso sobre Baths ao final
dessa viagem de volta ao Brasil, se perderá bastante no câmbio aos destrocá-los.
Fica a dica.

A culinária
O Turista na Tailândia poderá sentir muita diferença na comida desse país, que é
bem diferente da ocidental. Seus ingredientes, a forma de se apresentar o seu
prato e até de comer são diversos, de todos os nossos costumes. Muitos aromas e
condimentos são encontrados nessa culinária, há a utilização de vários temperos,
como as pimentas ervas, especiarias e muitos outros.

Os famosos espetinhos de insetos, larvas, baratas e escorpiões não são muito
encontrados na capital e sim, mais no interior, mas mesmo assim, ainda é possível
encontrar na capital algumas barraquinhas que vendem esse tipo de iguaria e para
quem deseja experimentar destes espetinhos. Na capital Bangkok, há ótimos
restaurantes e lanchonetes e muitas barraquinhas de rua.

Acompanhe esses poderosos pratos com uma cerveja Singha ou Chang, esse
último é um chá que pode ser o verde ou o de jasmim, águas de coco ou sucos
naturais de frutas e para a sobremesa peça o Khao niaow ma muang, que é um
arroz doce com manga. A atenção do visitante deve ficar por conta da higiene
desses locais, devido a alguns estabelecimentos lavarem seus pratos ou vegetais
direto na água do rio.

O clima
A melhor época para se visitar a Tailândia seria no final do outono e no inverno,
entre os meses de novembro até março, que é um período mais seco e nessa
época o visitante poderá aproveitar suas praias nessa alta temporada nesse país e
quanto ao inverno nesse país suas temperaturas não ultrapassam os 30°C.

 

Evite viajar para lá entre os meses de julho até outubro, é o período das monções
asiáticas causando fortes temporais e como a Tailândia é um país bem grande
cada região terá as suas especificações e outras melhores épocas para se viajar.
Siga nossas dicas daqui desse post e conheça a Tailândia, um país exótico em sua
culinária, com uma cultura bem diferente da nossa e com suas praias que são
exuberantes, leve em sua bagagem, muita alegria para curtir. Boa viagem!

Responder

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.