Chile

Um dos principais pontos turísticos e locais de visita da América do Sul, o Chile
oferece diversos pontos turísticos, uma cultura rica e história imponente que encantam
qualquer um, a ponto de ser impossível visitar apenas uma vez o país.
Repleto de atrações para serem visitadas, o Chile vai te convidar a voltar nele. E você
irá retornar. Entre as atrações que mais chamam a atenção dos turistas, uma excursão
aos vinhedos e ao seu entorno, conhecer as Cordilheira dos Andes e às cidades
litorâneas de Viña del Mar e Valparaíso estão entre as mais procuradas e essenciais.
Um pulo no sul do país, nas cidades de Pucón, Puerto Varas e Frutillar, na região dos
Lagos Andinos te deixará apaixonado pelo lugar.

Roteiro de viagem Chile
Para começar, é preciso escolher a hospedagem e, por ser um país caro, o Chile
oferece algumas opções mais em conta. Você consegue encontrar hotéis bons e
baratos, mas precisará procurar.
Dependendo do lugar onde for ficar os preços irão variar, o que é normal, encarecendo
sempre que for mais próximo à capital Santiago. Absolutamente normal, mas
pesquisando, você encontra bons hotéis.
É preciso, antes de mais nada, estar com o seu documento de identidade com a data
de expedição de, no máximo, 10 anos para cá. Não é necessário passaporte para ir ao
Chile.
O dinheiro que levará é aconselhável que troque, em Santiago, os reais pelos pesos
chilenos.
É preciso ter cuidado com as agências de viagens do Chile. Algumas podem ser
clandestinas e não oferecer o serviço que você pagou. Para isso, antes de fechar
negócio, consulte a reputação da empresa pela internet.
Após isso, você encontrará agências que oferecem os serviços completos e bons. São
variados os serviços e cada agência oferta um específico.
Você não pode deixar de conhecer Santiago, Viña del Mar e Valparaíso. Os passeios
pela Região dos Lagos e Pucón tiram o seu fôlego e fazem você querer virar chileno.
Em Santiago, vá ao centro histórico. Não tenha problema se ficar quase que o dia todo
conhecendo. É encantador e sairá de lá mais rico culturalmente falando.
É vital que visite o Mercado Central. Conhecer os mais variados frutos do mar que não
se encontram no Brasil. Após o Mercado Central, dê um pulo na Plaza de Armas e
Museu de Arte Pré-Colombiana, o museu número 1 de Santiago. Um pouco mais à
frente, você encontrará o La Moneda, sede da presidência chilena.

E, finalizando o centro da cidade, o Cerro Santa Lucía é um parque que se tem a visão
completa da cidade.
No outro dia, visite as Vinícolas nos arredores de Santiago. No Vale no Maipo, que
poderá ser feita em meio dia. As vinícolas Cousiño Macul e Concha y Toro são as
duas mais próximas de Santiago. É possível visitar as duas no mesmo dia.
Para contemplar o país, não deixe de visitar, todas as vezes que for, a Sky Costanera,
mirante mais alto da América Latina, a 300 metros de altura.

Responder

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.